Vale a pena assistir!

Deus usa as coisas loucas para confundir as sábias.

“Somos o reflexo de Deus nessa geração, a novidade dele, trazendo mudança e transformação dentro e fora de nossas igrejas, temos que modernizar e não mundanizar.”

Deus está fazendo uma transformação nessa geração, transformando vidas, ministérios, igrejas, acredito que seja um novo tempo para cada um de nós, basta nos colocarmos a disposição e adorar ao Senhor em Espírito e em verdade! E é no livro de Isaías 40.4-5 que vemos essa promessa “Todo vale será aterrado, e nivelado, todos os montes e outeiros; o que é tortuoso será retificado, e os lugares escabrosos, aplainados. A glória do Senhor se manifestará, e toda a carne a verá, pois a boca do Senhor o disse.” Deus tem deixado um caminho plano, isso significa que está removendo obstáculos.
Nos dias atuais vejo que Deus tem usado a arte nas igrejas como instrumento, remédio de benção para nossa terra. Tenho ministrado e ensinado sobre o assunto, tratando de uma forma não somente teórica, mas prática, com evangelismos criativos, artes circenses (circo), pirofagia, acrobacia aérea, teatro, danças e entre tantos outros métodos. Alguns profissionais seculares dizem que nas artes “tudo vale” e esse “tudo” pode fugir dos princípios morais de Deus para nossa vida, levando-nos ao conflito pessoal e deixando-nos em crise de identidade. Mas Deus tem renovado isso, tem mudado essa história, antes o que era motivo de vergonha agora é de honra. As artes não serão usadas somente nas quatro paredes de nossas igrejas, mas no evangelismo, para salvar vidas. Desejamos colocar a mão no arado com aquilo que o Espírito Santo tem nos dado. Não queremos lamentar, ou apenas ler a história de homens e mulheres da Bíblia, queremos ser protagonistas de cada graça, milagre, e da manifestação do poder de Deus em nossa geração. Pedro libertou um endemoninhado com a sua sombra, Eliseu ganhou a porção dobrada sobre sua vida e seu ministério, e nós, o que temos pedido ao Senhor? Qual é o nosso anseio neste tempo? Pedimos a transformação das artes para alcançarmos com nossas missões urbanas as almas, o rejeitado, excluído, o ferido, enfermo, desencorajado. Mas para isso é preciso se revestir de integridade e caráter, não olhando e nem criando expectativas humanas ou dependência de autoridades e de hierarquias, pois o “Ide” é uma ação para todos, e essa palavra já foi liberada a nós! Então, essa é a nossa vez. Façamos obras maiores. Deixemos de ser apenas meros leitores, cumpramos o Ide, vamos escrever nossa história! A “arte” foge das quatro paredes, alcança vidas, cura feridas! Viva essa liberdade de poder voar sem precisar ter asas, de poder se expressar sem ao menos falar.
”E o que estava assentado sobre o trono disse: Eis que faço novas todas as coisas. E disse-me: Escreve, porque estas palavras são verdadeiras e fiéis.” (Ap 21.5.)Que o seu coração seja totalmente livre.

::Por Peterson Amicuchi
Missionário, formado pelo CTMQ - PR (Centro de Treinamento Missionário Quadrangular). Cursa Gestão de R.H. Líder do Ministério de Artes e Adoração Freedom - Igreja do Evangelho Quadrangular – Ribeirão Preto/SP. e-mail:
ministério_freedom@hotmail.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário